Anéis de latas de alumínio ‘viram’ cadeiras de rodas’

Da próxima vez que for beber um refrigerante ou qualquer outra bebida em lata, que tal guardar o anel — aquela pecinha usada para abrir a embalagem —, em vez de jogar fora? Campanha da divisão de Responsabilidade Social da Frato Ferramentas ‘transforma’ os lacres de alumínio em cadeiras de rodas, que são doadas para portadores de necessidades especiais.

Cada 80 quilos de alumínio (140 garrafas PET de dois litros cheias de anéis) vendidos para a reciclagem ‘rendem’ uma cadeira de rodas. A Frato Social faz a mediação e já conta com parceiros em todo o país. Desde 2006, de acordo com a empresa,  já foram distribuídas mais de 800 cadeiras de rodas para cerca de 300 instituições e pessoas necessitadas.

cadeira-de-rodas

No Estado do Rio de Janeiro, uma das parcerias é com a Faculdade de Medicina de Petrópolis. Em 2012, os alunos arrecadaram cerca de 400 quilos de anéis de latas, que encheram 600 garrafas PET. Cinco cadeiras de rodas foram doadas ao longo do ano, e em 2013 a campanha vai continuar. Uma das cadeiras de rodas foi recebida por uma portadora de degeneração cerebelar, doença que afeta o sistema nervoso, como contou o site Ciclo Vivo. Rosemary da Silva Brito é atendida pelos alunos do curso de pós-graduação em Psicologia Clínica de Petrópolis, por meio da Clínica Social, voltada para pacientes carentes.

Os interessados em participar da campanha da Frato devem entrar em contato pelo e-mail marketing@frato.com ou pelo telefone  (11) 3874-2530. No site www.frato.com também há informações sobre a campanha, na aba Responsabilidade Social.

A Frato Social também desenvolve nas unidades do grupo projetos de conscientização e respeito ao Meio Ambiente, como reciclagem de pilhas, reaproveitamento de papel e caixas de madeirite e redução da utilização de copos e sacolas de plástico.

(Fonte: Jornal O Dia – Caderno Saúde)


Tags:

Sobre o Autor: Fisioterapeuta com especialização em acupuntura. Diretora do FisioMovimento.

RSSComentários (0)

URL de Trackback

Comente