Causas possíveis, classificação e tipos de osteoporose

strong>CAUSAS POSSÍVEIS

A perda de massa óssea a um grau que produza fraturas pode resultar de:

– uma aceleração excessiva da perda;
– um pico de massa óssea tão baixo que após atrito normal, os ossos tornam-se frágeis e suscetíveis a fraturas.

CLASSIFICAÇÃO

As duas formas de osteoporose, Primária e Secundária são distintas, em geral, pelo sexo e pela idade na qual as fraturas ocorrem.

Primária:  Tipo I , Tipo II

Tipo I –  Também chamada osteoporose pós-menopausa e síndrome da fratura vertebral por esmagamento.
É vista em mulheres idosas entre os 15 e os 20 anos de menopausa. Caracterizada por fraturas com perda do osso trabecular.

Em 10% dos casos pode ocorrer nos homens ou mulheres na pré-menopausa. Há predomínio nítido da reabsorção óssea por elevação da atividade dos osteoclastos.

Tipo II –  Também chamada de osteoporose senil. Está associada à idade, ocorre em torno dos 70 anos de idade e além.
Afeta ambos os sexos, porém a incidência é maior no sexo feminino. A fratura mais freqüente é a do quadril.

SINTOMAS – o mais comum é a dor nas costas, a qual pode ser moderada ou severa e pode durar por dias ou semanas antes de melhorar e, então, ocorrer novamente.

Secundária: Resulta quando uma droga ou estados patológicos diversos causam perda do tecido ósseo

Deixe seu Comentário