Patogenia da osteoporose

PATOGENIA

Muitos fatores estão implicados no desenvolvimento da doença osteoporótica. Dentre eles, estão:

Fatores Genéticos

– raça branca;

– história familiar positiva;

– pequena estrutura corporal.

Perda óssea relacionada com a idade

O ser humano alcança o pico de massa óssea em torno dos 30 anos de idade. A partir de então, há declínio progressivo da densidade óssea. A perda é maior no sexo feminino e predomina no osso trabecular.

Fatores Nutricionais

– baixa ingestão de cálcio ao longo da vida;

– ingestão excessiva de álcool, cafeína, proteína, açúcar, alimentos refinados;

– excesso de fosfato (coca cola – alto teor de fosfato e cafeína).

Outros

– tabagismo;

– sedentarismo;

– nuliparidade;

– menopausa precoce;

– menarca tardia;

– redução da absorção intestinal de cálcio ao longo da vida.

O Estado Menstrual é um dos principais riscos para osteoporose. Qualquer interrupção da menstruação por um período extenso de tempo resulta em perda óssea. A menorréia que acompanha excessiva perda de peso vista na anorexia nervosa ou com exercício excessivo tem o mesmo efeito sobre os ossos como a menopausa.

Uma perda óssea extraordinária, mas passageira ocorre em mulheres que amamentaram por 6 meses ou mais; especialmente nas regiões do colo do fêmur e regiões da espinha lombar.

Uma ingestão suficiente de cálcio e vitamina D é essencial durante este período.

A densidade da massa óssea atingida no momento em que o crescimento é completado determina de certo modo o que será deixado após anos de perda gradual. Embora o pico de massa óssea seja determinado por um grande número de fatores, a ingestão de cálcio do nascimento até a adolescência é um importante contribuinte.

A ingestão de cálcio, na fase adulta, fica menos suscetível à osteoporose em idade avançada.

Vários medicamentos propiciam a osteoporose, por intervir na absorção de cálcio ou por promover ativamente a perda de cálcio pelo osso.

O fumo de cigarros e o consumo de álcool excessivos são fatores de risco para o desenvolvimento de osteoporose, provavelmente devido aos efeitos tóxicos sobre os osteoblastos (célula que forma o tecido ósseo).

Excessiva ingestão de fibras pode interferir na absorção do cálcio.

Deixe seu Comentário